A perspectiva econômica para as acompanhantes de Vitória em 2016

A perspectiva econômica para as acompanhantes de Vitória em 2016

A perspectiva econômica para as acompanhantes de Vitória e Vila Velha em 2016 está diretamente ligada a política financeira que irá moldar o  do Brasil nesse novo ano. De uma forma geral, estamos enfrentando uma recessão e como consequência temos os altos índices de desemprego e o encolhimento de receitas. Os mercados de luxo pouco sofrem com a crise e devem seguir em expansão em 2016, embora isso ocorra em uma velocidade mais lenta.

Para as acompanhantes que pretendem continuar a atender a “classe A” brasileira, o empenho em proporcionar um experiência exclusiva ao cliente deve estar na lista de prioridades para 2016, pois para os integrantes dessa classe o luxo é determinado pela satisfação, e quando o assunto é consumir algo exclusivo e que gere um grande prazer imediato, as classes mais abastadas pouco se importam em gastar somas maiores e o melhor é que encaram essas experiências de consumo como símbolo de status, recomendado produtos e serviços de luxo aos conhecidos.

Para quem tem o foco voltado a classe média, as notícias não são animadoras e esse ano deve trazer preocupação para as acompanhantes que tem como clientes, homens provenientes da classe B e C do Brasil. Cortes em postos de trabalho, dificuldade em recolocação no mercado são os principais assuntos do momento. A alternativa para as acompanhantes de Vila Velha e Vitória que pretendem manter a mesma receita de lucros em 2016 é oferecer serviços de maior qualidade, facilitar o pagamento aderindo as máquinas de cartões de crédito e pensar em uma redução nos cachês.

Para tornar ainda mais crítico o atual momento do país, muitas jovens mães, que não contam, ou pouco contam com a ajuda financeira dos pais para criação dos filhos, perderam seus empregos, e com a dificuldade para conseguirem novas funções, devem procurar alternativas para o sustento. Com a crise batendo a porta, um dos mercados mais procurados para as atividades informais é o do sexo pago, por oferecer retorno imediato essa é uma das atividades que mais crescem diante da crise. As garotas de programa que já estão em atividade no Espírito Santo devem sentir o peso da concorrência batendo a porta. De qualquer maneira, a melhoria nos serviços deve ser o foco das acompanhantes de luxo em 2016, seja essa melhoria para manter clientes ou para passar a atender as classes mais favorecidas, é de vital importância oferecer um diferencial na hora de cativar o cliente. Os tempos de fartura chegaram ao fim, e é chagada a hora de usar todas as ferramentas em busca de estabilidade e reconhecimento no mercado.